Prezada, eu

Muito pouco muito me perturba. Às vezes sou assim, facilmente perturbável. Nunca vejo a hora de me mover, de mudar, de agir. Mas naqueles dias em que me vejo completamente só, mesmo que a contragosto fico assim, só. Não nego o desprezo que tenho por precisar de outros, afinal, quem gosta de precisar de algo. … Continue lendo Prezada, eu

Até a idade

O sol havia saído de trás dos prédios havia pouco tempo, entrava pela porta dupla da sacada, também refletia na água da piscina "infinita" e e iluminava o quarto. Foi dessa forma que ela acordou, com a claridade, juntamente com o sono leve que tem. Abriu os olhos e se localizou no espaço. Apartamento, cama, … Continue lendo Até a idade