RESENHA: MORTE NA MESOPOTÂMIA POR AGATHA CHRISTIE.

Amy Leathear é quem nos narra os acontecimentos, é também uma enfermeira no auge de seus 28 anos na época do ocorrido, quando é contratada por um devoto marido para cuidar de uma bela senhora cujo nome é Louise Leidner, que alguns alegam indiretamente que esteja louca por achar que alguém a quer morta. Entra em uma expedição arqueológica aonde o clima está claramente pesado e todos os membros com suas suposições do porque disso.

Após uma semana da Sra. Leidner aos cuidados da enfermeira Leathear, a bela senhora é assassinada, agora, quem a matou? Quem teria motivos? Estaria este assassino entre os próprios membros da expedição? Ou seria alguém de seu passado que voltará para cumprir uma promessa a muito feita?

Então no dia seguinte ao ocorrido Hercule Poirot, um dos melhores detetives particulares de sua época aparece, daí começa uma minuciosa e sutil investigação em que todos são suspeitos e tem um motivo, cabe agora ao detetive Poirot distinguir o joio do trigo e encontrar o assassino, o que fará na maior destreza e habilidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s