RESENHA: BRUXOS E BRUXAS POR JAMES PATTERSON E GABRIELLE CHARBONNET.

Whit e Wisty são dois irmãos que vivem com seus pais sob o novo regime da Nova Ordem, partido totalitarista com inúmeras proibições e banimentos, isso não os afetava. Até certa noite quando sua casa foi invadida, sua família toda foi sequestrada acusados de… Bruxaria, nada soava para aquelas crianças acusação mais absurda, todos receberam sentença de morte, agora eles tinham que fugir, não havia maneiras de convence-los. Em sua permanência e fuga perceberam que não haviam errado na acusação, realmente Whit e Wisty eram bruxos, com poderes reais e até perigosos. Assim desembarcam numa aventura para descobrir o que eram, se seus pais sabiam, se sim por que não contaram a eles e como o Único Que É Único sabia deles, e também, por esse mesmo cidadão, presidente da Nova Ordem possui tantos poderes.WP_20180204_14_37_39_Pro 1

Esse livro é realmente curioso, abordando uma aventura de dois irmãos bruxos, cada cena com o olhar de um deles, dando varias opiniões sobre o que ocorre no momento. É uma leitura interessante, em um mundo que com a Nova Ordem poderia se assemelhar quase a uma utopia. Com a escrita bem desenvolvida e com humor nas paginas finais, onde fala das proibições de livros banidos como “A invenção de Bruno Genet” e “A Menina e o Presuntinho”, “O Ladrão de Trovões” e “Harry Podre e A Ordem dos Idiotas”, é um pouco de humor para uma estoria que chega a ser um pouco tensa. Se ler e gostar deixe seu comentário com sua opinião sobre, boa leitura a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s