POEMA: ME ENCONTRAR.

Me encontrar

Só consigo se pular
Me encontrava num precipício
Ele me encarava
Me chamava
Minha dor seria aliviada
Então pulei
Mas não caí
Minha dor continua
Mas é efêmera como o medo
Agora posso voar
Mas novos saltos serão necessários
Para no fim dessa viagem
Me encontrar

21/10/2018- Gara

A dor é algo que todos passamos, e em um momento de desespero, essa foi minha escapatória, esse é um dos primeiros da série de poemas que foram produzidos a partir de puro sofrimento e angustia, mas ao expressar o que sentia, a dor se abrandou. Ainda sinto ela aqui, presente e constante, mas está morrendo. Controle sua dor, e assim será soberano de seu ser.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s