A FRIAGEM, POR AUGUSTA FARO

Essa escrita foi feita por Augusta Faro em 1999, natural de Goiânia, Goiás. A leitura de obras nacionais trás a proximidade da escrita e literatura que deve ser construída com o objetivo de valorização dos nossos autores, pois, no século atual, há uma supervalorização da escrita internacional.

Friagem é um livro formado a partir de um conjunto de contos que unem a realidade e a fantasia abordando a questão da mulher em sociedade. Contos que ironizam a posição do ser feminino no meio social, onde suas dificuldades são mostradas e apresentadas como fatos rotineiros, com fantasia e vários finais trágicos. Apenas com interpretação e algum esforço se pode compreender a mensagem implícita em cada um, pois possuem uma mensagem, uma essência, que nem sempre está na superfície vista.

Capa do exemplar

No conto “A Friagem”, presente no livro de mesmo título, foi feita uma interpretação acerca da mensagem subliminar, que advém de uma garota que após uma friagem no local em que mora começa a ficar gelada, sem conseguir esquentar ou até de alimentar, pois o alimento congelava antes de chegar à sua boca e seu esôfago estava também congelado. Salva por Raimundo, um rapaz que aparece e exalava calor. Não se toma essa interpretação por única, cada pessoa vê de uma forma e tira suas próprias conclusões.

Ela está passando pela adolescência, saindo da fase criança para adentrar quase ao mundo adulto. Esperam coisas dela, ela espera coisas de si, mas se sente sozinha, mesmo com pessoas a sua volta, tudo sempre igual. Com o tempo ela vai se esfriando, o mundo começa a perder a cor e o calor. Quando Pedro trás uma borboleta para ela comer, representa pequenas mudanças, borboletas são coloridas, voam. Seria uma pequena fuga em seu sofrimento, mesmo não o bastante. Ela continua esfriando, congelando, e a cada vez se fecha mais, estava morrendo. Raimundo chega como uma entidade que a salva, ele não representa só um possível amor, mas sim alguém que consegue mudar seu mundo, trazer luz, isso poderia ser um instrumento, um esporte, um livro, mas uma mudança em sua forma de pensar, transformando a menina, que já estava a beira da morte. Ele ajuda em sua depressão, que já beirava o pensamento suicida, e quando curada ele vai embora, pois ela agora seria quente por si só, ou seja, ela se ajudaria e andaria com as próprias pernas, pois a friagem havia passado, e ela foi extremamente forte por conseguir vencer tal acontecimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s