Narcisismo ou se entender

Não sou uma pessoa paciente. Nunca fui. E não tenho planos de começar a ser. Pois o que me move é a falta de paciência. Por essa razão jamais tentarei me dispor algo que não tenho vontade, porque meu tempo é pouco, minha pressa urge e a minha vida passa.

Eu cultivo em mim o péssimo hábito de me sentir só mesmo com companhia, pois infelizmente a minha solidão apenas é sanada com pessoas específicas para tal momento de minha vida. Mesmo assim, talvez apenas goste de dar valor aquilo que não se tem sempre, ou até mesmo aos meus pés.

Quanto mais eu entendo que não me entendo, melhor entendo a mim mesma, dentro da incógnita. Sinto que tenho sede, sede de muito, sede do outro, sede de mim.
Mas a partir do momento que me entendo, me torno bela. Não apenas bela, como capaz, inteligente e amável. Quando me vejo, percebo o que vêem em mim. E me sinto em paz com minha própria tempestade.
Às vezes, só preciso ser mais sincera comigo, e assim eu e eu encontramos nosso ponto em comum, que é amar o eu que não se compreende.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s